A sinusite pode ser causada tanto por agentes infecciosos, como bactérias, fungos e vírus, quanto por fatores alérgicos que possam vir a atrapalhar a correta drenagem de secreção dos seios da face. Poeira, choque térmico e cheiros ativos são listados como desencadeadores da rinopatia alérgica. Exposição a determinados agentes químicos e alterações na anatomia nasal ou dos seios da face fazem parte do outro grupo de responsáveis pela sinusite. Há ainda, casos mais raros que levam à sinusite, como a presença de um tumor.

Existem dois tipos de sinusite:

  • Aguda – quando os sintomas estão presentes por um período inferior a 12 semanas;
  • Crônica – quando o inchaço e a inflamação dos seios nasais estão presentes por mais de 12 semanas.

As causas mais comuns da sinusite do tipo crônico são: pólipos nasais (crescimentos de tecido na área que podem bloquear as passagens nasais ou seios), reações alérgicas, rinite, asma, desvio de septo nasal (quando a parede entre as narinas não está alinhada, pode haver restrição ou bloqueio das passagens no seio nasal), trauma na face, doenças que afetam a imunidade, infecções respiratórias, células do sistema imunológico, alterações de altitude, tabagismo, infecções odontológicas que causem obstrução dos seios nasais.

Fundada pelo Dr. José Pinto Brandão em 1970, a Clínica que leva o seu nome na cidade de Campina Grande, conta com uma equipe de otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos e cirurgião de cabeça e pescoço, tratando também de atendimentos específicos através da Clínica do Sono.