O otorrinolaringologista, conhecido popularmente como otorrino, é o médico responsável por tratar das doenças ligadas ao ouvido, nariz e garganta. Além de estruturas relacionadas com eles, como a cabeça e o pescoço. Assim, sendo, desta maneira, um campo com diversas subespacialidades e que pode ter caráter tanto clínico quanto cirúrgico. Incluindo tanto cirurgias mais simples, até as mais complexas (como as de tumores na base do crânio).

Questões como:

  • Ouvir música alta com fones de ouvido;
  • Maior longevidade da população;
  • Mais contato com elementos alérgenos.

E outros fatores, têm gerado uma demanda frequente pelo atendimento clínico ou cirúrgico fornecido por esse profissional.

Os sintomas que geralmente levam o paciente à procura de um otorrinolaringologista, de uma forma clara, estarão relacionados a dificuldades para ouvir, respirar ou engolir alimentos. Em relação a distúrbios auditivos, por exemplo, o otorrinolaringologista tem atuação exclusiva e cada vez mais expressiva. Conforme levantamento recente realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 15% dos brasileiros apresenta algum nível de surdez e, a cada ano, aumentam em torno de 1% os novos casos de deficiência auditiva.

Mas essa não é a única frente de atuação do otorrinolaringologista. 

Dentre as principais doenças cuja análise e tratamento são de responsabilidade do otorrinolaringologista, podemos destacar: rinite, sinusite, desvio do septo nasal, polipose nasal (formação de tumores benignos nas cavidades nasais e nos seios paranasais), apneia, surdez, otite (infecção do ouvido médio, podendo resultar em inflamação e acúmulo de secreção na região), amidalite, faringite, paralisia facial, dificuldade para engolir, alterações nas pregas vocais (nódulos ou calos, geralmente identificados pelo sintoma da rouquidão), labirintite e distúrbios do labirinto (podem causar tontura, náuseas, zumbidos no ouvido e, até mesmo, diminuição na audição), além de outras situações, como câncer nas cordas vocais, câncer da laringe, pólipos nasais, distúrbios do sono, perfuração do tímpano, tumores cervicais benignos e malignos, dentre outras.

 

 

 

Fundada pelo Dr. José Pinto Brandão em 1970, a Clínica José Pinto Brandão que leva o seu nome na cidade de Campina Grande, conta com uma equipe de otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos e cirurgião de cabeça e pescoço, tratando também de atendimentos específicos através da Clínica do Sono.

Sinusite