O que é a cera do ouvido?

A cera de ouvido, ou cerúmen, é uma mistura de queratina (componente da pele) e alguns tipos de gordura produzida por glândulas que ficam no conduto auditivo. Vários mamíferos a produzem e sua composição varia de acordo com a etnia.

 

Para que serve?

Ela tem basicamente três funções importantes. Primeiramente é impedir o ressecamento ou a maceração da pele do conduto auditivo. Por ser oleosa, a cera impede a pele resseque demais. Pelo mesmo motivo, forma uma camada de proteção da pele contra a umidade excessiva. A segunda é agir como uma barreira para impedir que impurezas, germes, e corpos estranhos em geral alcancem diretamente a membrana timpânica. As impurezas ficam retidas na cera de consistência viscosa. E daí são eliminadas pelo crescimento da pele de dentro para fora do conduto. A terceira é a ação bactericida. O cerúmen é tóxico para muitas bactérias, com isso diminuindo a chance de infecções.

 

Eu produzo muita cera. O que devo fazer?

Existem pessoas que têm uma produção exagerada de cerúmen. Apesar da maioria das pessoas não necessitar de visitas ao otorrinolaringologista. Esse grupo que produz uma quantidade maior de cera precisa. Não há outra opção para essas pessoas senão visitar regularmente o consultório médico para fazer a remoção do excesso de cera. Embora a frequência dessas visitas varie de caso para caso, uma periodicidade de 6 meses é recomendada de forma geral.

 

NUNCA TENTE A REMOÇÃO DA CERA EM CASA. 

 

O otorrinolaringologista possui equipamentos e técnicas próprias para a remoção do cerúmen (além de uma boa visão do que está fazendo com iluminação especial). Tentar remover a cera sem a ajuda de um profissional pode machucar o ouvido, causar infecções ou, ainda pior, perfurar a membrana do tímpano. Em algumas regiões do Brasil existe um mito a respeito da “limpeza” do ouvido com “foguinho” ou velas. Essa é uma técnica perigosa e ineficaz. Não a utilize.

 

Como é feita a remoção?

O otorrinolaringologista usa basicamente três técnicas, de acordo com a quantidade e consistência da cera: remoção mecânica com instrumentos especiais (curetas e ganchos), aspiração e lavagem. Muitas vezes mais de uma dessas técnicas é usada em uma mesma remoção. Nos casos em que a cera está muito endurecida, pode ser necessário o uso de um ceruminolítico, isto é, uma substância para amolecer a cera e facilitar sua remoção. A medicação deve ser usada pelo paciente por cerca de uma semana, que então retorna para terminar a remoção.

 

Fundada pelo Dr. José Pinto Brandão em 1970, a Clínica José Pinto Brandão que leva o seu nome na cidade de Campina Grande, conta com uma equipe de otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos e cirurgião de cabeça e pescoço, tratando também de atendimentos específicos através da Clínica do Sono. 

Sinusite